Davila Arquitetura
Loteamento / Desenvolvimento Urbano
Ver Mais Fechar Urbanização Joquei Clube & Quaresmeira
Localização Região do Joquei Clube & Quaresmeira Brasília/DF Data: 26/09/2019 Área construida Não disponível Área do terreno 1.793.901,00 m²

Conclusão: Não disponível Estágio da Obra: Não iniciada Nº de unidades: Nº de blocos / torres:

Imagens: Dávila Arquitetura

Site do empreendimento
Ver Mais Fechar Condomínio Aquarius
Localização Margens do Lago da Represa Hidrelétrica de Corumbá IV Alexânia/GO Data: 28/08/2018 Área construida Não disponível Área do terreno 626.880,51 m²

Conclusão: Não disponível Estágio da Obra: Não iniciada Nº de unidades: 354 Nº de blocos / torres: 1000
Site do empreendimento
Ver Mais Fechar SQSW 500
Localização SQNW 500 SQNW – Superquadra Sudoeste Brasília/DF Data: 13/07/2018 Área construida Não disponível Área do terreno 141832,14 m²

Conclusão: Não disponível Estágio da Obra: Não iniciada Nº de unidades: 2544 Nº de blocos / torres: 46

Imagens: Dávila Arquitetura

Site do empreendimento
Ver Mais Fechar Orla Lago Paranoá
Localização Orla Lago Paranoá Brasília/DF Data: 20/12/2017 Área construida Não disponível Área do terreno Não disponível

Conclusão: Não disponível Estágio da Obra: Não iniciada Nº de unidades: Nº de blocos / torres:

Uma questão que se coloca quando se propõe o Projeto Orla é sua viabilidade a curto, médio e longo prazo. Neste sentido, é necessária uma visão mais abrangente, envolvendo uma gestão multidisciplinar capaz de promover a sustentabilidade ambiental e, principalmente, econômica e institucional do complexo. Além da destinação a que se propõe e a quem ele alimenta com lazer, cultura e simbolismo, o Lago Paranoá será tão bom quanto aquilo que o alimenta, ou seja, os recursos ambientais (sua bacia hidrográfica e a qualidade das águas que recebe) e os recursos econômicos (atividades econômicas que admite em seu entorno).

O ponto de partida é o entendimento que a Orla é parte integrante do Lago Paranoá. Esta percepção pode parecer óbvia, a primeira vista, mas é essencial para entender em que contexto se insere a intervenção. Em outras palavras, para que a infraestrutura do projeto seja viabilizada, é indispensável considerar a própria viabilidade do lago, em si, com suas desejadas propriedades, assim como a de seus afluentes. O projeto será tão bem-sucedido quanto forem eficientes e eficazes as ações para a preservação da qualidade das águas e da imagem do Lago percebida pela sociedade.

Ao mesmo tempo, além da integridade em si do lago – e para tanto é necessária a gestão de sua bacia hidrográfica expandida (veja figura) - sua viabilização econômica, através de atividades elegíveis é o que em última instância irá sustentá-lo. A proposta é que após estudos apropriados, um rol de premissas e requisitos – econômicos, ambientais, sociais, etc. - seja estabelecido e conferido às atividades postulantes, com a aferição de um selo “Brasília_Orla”. Este selo tem o potencial de não somente atrair investimentos necessários à conservação do lago, como promover sua imagem e garantir sua operação com qualidade.

Site do empreendimento
Ver Mais Fechar Condomínio Le Jardin
Localização Setor Habitacional Tororó Santa Maria RA-XIII Tororó/DF Data: 15/03/2017 Área construida 79.914,00 m² Área do terreno 127.925,00 m²

Conclusão: Não disponível Estágio da Obra: Não iniciada Nº de unidades: 162 Nº de blocos / torres: 162

O Le Jardin foi planejado para oferecer o máximo de requinte, segurança e exclusividade, relembrando-nos a ideia de nobreza e que se distanciasse das linguagens dos condominios já existentes.

Dentro das nossas diretrizes havia o urbanismo/paisagismo dos acessos, as guaritas de acesso e uma área de praça para os moradores.

Assim ao analisarmos o parcelamento, precebemos que o acesso aos condomínios se dava por uma alamenda com um grande potencial paisagístico que nos remeteu a idéia dos jardins franceses do século 19 e isso acabou por nortear a linguagem de todo o empreendimento, que busca um resgate dos elementos clássicos numa releitura atual à moda dos trópicos.

 

Imagens: Acervo do cliente

Site do empreendimento
Ver Mais Fechar Fazenda Silina
Localização / Data: 10/04/2018 Área construida Não disponível Área do terreno 2.115.758,06 m²

Conclusão: Não disponível Estágio da Obra: Não iniciada Nº de unidades: 664 Nº de blocos / torres:

A proposta do empreendimento são lotes pequenos gerando uma alta densidade de ocupação. A organização o sistema viário à partir de vias terminando em praças de retorno (cul d'sac) gera pequenas vilas sem movimento de passagem, permitindo mais tranquilidade para as vizinhanças. A distribuição deste fluxo conectando estas vias locais em 2 vias coletoras que se encontram numa centralidade busca criar uma unidade de vizinhança num congregando as vilas. A praça como centro desta comunidade cria identidade e referencia para esta população. É a cara e o coração do lugar.

Embora, todos os lotes estejam classificados como uso misto, é desejável que em redor da praça haja uma concentração de um comércio com melhor porte para abastecimento de conveniências para a população local. Assim, buscamos induzir o aparecimento destes empreendimentos através da disponibilidade de lotes maiores, que ao mesmo tempo desestimula a aquisição para uma unidade unifamiliar, como viabiliza a implantação de empreendimentos comerciais. A praça principal deve se tornar também um equipamento de lazer e encontro.

Imagens: Dávila Arquitetura

 

Site do empreendimento
Ver Mais Fechar Aurora Village
Localização Av. São João Itaúna/MG Data: 06/01/2017 Área construida 0 m² Área do terreno 76764,00 m²

Conclusão: Não disponível Estágio da Obra: Não iniciada Nº de unidades: 0 Nº de blocos / torres: 0

Imagens: Dávila Arquitetura

Site do empreendimento
Ver Mais Fechar Altos do Cajurú (Fly-In)
Localização R. José Demétrio Coelho – Próximo ao Lago Rio Pará Carmo do Cajuru/MG Data: 29/04/2015 Área construida 1.008.750,74 m² Área do terreno 1.508.133,46 m²

Conclusão: Não disponível Estágio da Obra: Não iniciada Nº de unidades: 922 Nº de blocos / torres: 922

 

O “Altos do Cajurú” é um condomínio residencial aeronáutico de luxo (Fly-in), desenvolvido em área de 150 hectares. Às margens de uma represa em Carmo do Cajurú, MG, o relevo suave da região sugeriu um desenho urbano marcado por curvas bem abertas. Com 992 lotes entre 645 e 1.400 m², a implantação do condomínio capitalizou sobre as potencialidades naturais de cada parte do terreno, dividido entre os setores: aeroporto, lago, hípica, lagoa bucólica.

 

Um heliporto e uma pista homologada para pouso e decolagem de aeronaves particulares estão implantados na parte mais alta do terreno. Uma área destinada a hangares permitirá que os proprietários estacionem seus aviões literalmente nas garagens particulares de suas casas.
Quando cheio, o grande lago formado pelo represamento do Rio Pará, proporciona a navegação por até 18km e permite o uso de lanchas, jet-sky, além de caiaques e esqui aquático. A viabilidade para a prática de esportes náuticos no local sugeriu a implantação, às margens do espelho d'água, de uma ampla infra-estrutura de apoio a esta atividade de lazer, incluindo marina com garagem para barcos, além de clube com piscina, quadras, espaço fitness, sauna e bar.

 

Ao centro do condomínio, um centro hípico coloca-se como generosa área verde, complementada pelo vizinho e bucólico Parque Central. A marca deste parque de acesso privativo aos moradores é um segundo lago, de pequeno porte e de acesso privativo aos moradores. No perímetro destas áreas de preservação permanente, calçadões convidam para agradáveis caminhadas com a interação dos transeuntes. Dentre outras atrações do “Altos do Cajurú” estão uma confortável casa, remanescente da fazenda antes existente na região, convertida em uma ampla área de hospedagem para convidados dos condôminos. Às margens do lago, uma área comercial de conveniência será também um ponto de encontro para usuários e residentes.

 

Da concepção à operação, as soluções consideraram os princípios de sustentabilidade, como a utilização responsável dos recursos naturais da região, como recursos hídricos, a destinação e tratamento dos resíduos e a busca de soluções alternativas de circulação e fluxo dos usuários.

Imagens: Dávila Arquitetura

Site do empreendimento
Ver Mais Fechar Morar Bem
Localização Nova Petrópolis Sobradinho/DF Data: 15/04/2014 Área construida 15.694,50 m² Área do terreno 149.800,00 m²

Conclusão: Não disponível Estágio da Obra: Não iniciada Nº de unidades: 1808 Nº de blocos / torres: 113

Imagens: Dávila Arquitetura

Site do empreendimento
Ver Mais Fechar Master Plan Nova Serrana
Localização BR-262 – Km 215 – Próximo à BR-494 Nova Serrana/MG Data: 06/11/2013 Área construida 89.135,90 m² Área do terreno 455.263 m²

Conclusão: Não disponível Estágio da Obra: Não iniciada Nº de unidades: 528 Nº de blocos / torres: 528

Proposta para alteração do perímetro urbano, de Nova Serrana, situado no vetor de crescimento natural da cidade, no entroncamento das rodovias BR-262 e BR-494. A facilidade de acesso viabiliza a instalação de equipamentos de grande porte, preservando a cidade do tráfego pesado.

Imagens: Dávila Arquitetura

Site do empreendimento
Ver Mais Fechar Happy Land
Localização R. Dona Bela, 1026 Itaboraí/RJ Data: 04/09/2013 Área construida Não disponível Área do terreno 535800,00 m²

Conclusão: Não disponível Estágio da Obra: Não iniciada Nº de unidades: 1310 Nº de blocos / torres: 1310

O empreendimento é constituído por 1.310 lotes residenciais distribuídos por 5 condomínios fechados, 2 áreas comerciais.
Internamente os condomínios são ambientados por uma área verde cuja localização foi escolhida de maneira a ambientar e dar identidade a cada um deles. Normas de ocupação específicas completarão o caráter de um ambiente urbano humanizado, seguro, e ambientalmente agradável. Procuramos evitar que os muros que fecham os condomínios tornassem a paisagem da avenida principal estéril e perigosa. Era necessário criar animação vinda da percepção da vida que acontece dentro dos muros. Assim evitamos voltar o fundo murado dos lotes para a avenida. Onde foi inevitável, limitamos a extensão a pequenos trechos. Alternamos entradas de condomínios, cercamentos em alambrados onde havia ruas.

Imagens: Dávila Arquitetura

Site do empreendimento
Ver Mais Fechar Fazenda Retiro das Areias
Localização MG-424 - Fazenda Retiro das Areias Vespasiano/MG Data: 17/04/2013 Área construida Não disponível Área do terreno 1.617.162,23 m2 m²

Conclusão: Não disponível Estágio da Obra: Não iniciada Nº de unidades: 752 Nº de blocos / torres: 752

Imagens: Dávila Arquitetura

Site do empreendimento
Ver Mais Fechar Fazenda Santa Helena
Localização Rodovia Tancredo Neves Pinheiral/RJ Data: 02/04/2013 Área construida 191.714,73 m² Área do terreno 3.632.934,24 m²

Conclusão: Não disponível Estágio da Obra: Não iniciada Nº de unidades: 1045 Nº de blocos / torres: 450

A Fazenda Santa Helena possui uma extensão territorial de 3.633.268,22m² ou 36,3326ha, perímetro de 10.028,26m e fica situada na divisa dos municípios de Volta Redonda e Pinheiral, no Estado do Rio de Janeiro. A área tem topografia acidentada e possui várias nascentes, cursos d´agua, matas em diferentes estágios, além de áreas de pastagens, passíveis de parcelamento. O acesso à área se dá a oeste a partir da Via dos Metalúrgicos, pertencente ao município de Volta Redonda. A via principal que se conecta à Via dos Metalúrgicos tem caixa de 25m, e está em parte no município de Volta Redonda e parte em Pinheiral, disposta de forma a permitir futuras conexões, em especial a sul com a Via Dutra, a nordeste ligando ao centro de Pinheiral através de uma futura via com trajeto paralelo ao Centro de Treinamento João Havelange, e outra na porção norte da área situada em Pinheiral, conectando-se futuramente a Av do Contorno, via que liga Volta Redonda a Pinheiral. Desta forma cria-se um sistema viário estruturado para a região conectando vias e áreas de importância dos dois municípios e propiciando um desenvolvimento futuro de suas malhas viárias, de forma ordenada, permitindo o crescimento urbano dos dois municípios. Esta via principal, além de estruturar o sistema viário presente e futuro, permite a ligação de áreas para implantação de novos parcelamentos. 

A gleba a ser parcelada destina-se a implantação de um área residencial unifamiliar horizontal, formada por lotes de aproximadamente 450 m². 

A área de lazer comunitária, além de sua função principal, se propõe também a ambientar a entrada da área loteada, qualificando a paisagem urbana. A ligação direta desta com as áreas verdes de matas e Apps de curso dágua, além de agregar valor paisagístico a ela, busca também contribuir para a preservação destas outras áreas. 

Além de todas estas medidas e princípios de desenho urbano a qualidade da paisagem e padrão construtivo do parcelamento serão garantidos por normas adicionais de ocupação e uso do solo, além das normas e parâmetros urbanísticos definidos pela legislação dos municípios.

Imagens: Dávila Arquitetura

 

Site do empreendimento
Ver Mais Fechar Vivert Eco Residence
Localização MG-335 – Área próxima à Lagoa do Funil Bonsucesso/MG Data: 11/03/2013 Área construida 352.406,36 m² Área do terreno 946.191,00 m²

Conclusão: 30/04/2018 Estágio da Obra: Finalizada Nº de unidades: 179 Nº de blocos / torres: 179

O Vivert Eco Residence é um condomínio voltado principalmente à segunda moradia. Está localizado às margens da Lagoa do Funil, em Bonsucesso (MG), em um terreno de pouco mais de 94 hectares que apresenta uma interessante diversidade ambiental. Preservando mais da metade do ambiente natural, o projeto aproveita a peculiaridade de cada espaço enquanto harmoniza todas as áreas do terreno. 

As dimensões dos lotes variam de acordo com o caráter da área da qual ficam próximos. Neste sentido, a área mais interna, que está ligada a uma hípica, apresenta lotes maiores, enquanto os lotes nas imediações da lagoa interna e da lagoa de preservação - trecho com vocação para os eco esportes - apresentam dimensões intermediárias. Os lotes menores estão atrelados à grande lagoa para esportes náuticos. Em resumo, o Vivert é uma proposta urbana que visa conectar seus habitantes a um estilo de vida mais saudável, mais conectado ao lazer, aos esportes e à natureza.

 

Resumo de áreas:

APP, matas e Áreas Verdes: 49,85ha (52,69%)

Arruamento e estacionamento públicos: 9,95ha (10,50%)

Hípica: 1,96ha (2,07%)

Lote comercial: 0,13ha (0,14%)

Institucional: 2,55ha (2,70%)

Lotes residenciais: 30,18ha (31,90%)

Imagens: Dávila Arquitetura

Site do empreendimento
Ver Mais Fechar Via Apio Cardoso
Localização Via Apio Cardoso, 20 – Parque São João Contagem/MG Data: 23/08/2012 Área construida 26.836,05 m² Área do terreno 1.050.000,00 m²

Conclusão: Não disponível Estágio da Obra: Não iniciada Nº de unidades: Nº de blocos / torres:

Imagens: Dávila Arquitetura

Site do empreendimento
Ver Mais Fechar Dom Bosco
Localização SHDB – Setor Habitacional Dom Bosco Brasília/DF Data: 26/06/2012 Área construida 130.360,47 m² Área do terreno 63.091,32 m²

Conclusão: Não disponível Estágio da Obra: Não iniciada Nº de unidades: 508 Nº de blocos / torres: 28

Imagens: Dávila Arquitetura

Site do empreendimento
Ver Mais Fechar Gleba Cauamé
Localização Av. Luiz Canuto Chaves Boa Vista/ Data: 27/04/2012 Área construida 1.167.348,00 m² Área do terreno 2.021.087,00 m²

Conclusão: Não disponível Estágio da Obra: Não iniciada Nº de unidades: 1131 Nº de blocos / torres: 1131

Focando em uma área de expansão urbana próxima ao centro de Boa Vista (RR) polarizada pela implantação de um shopping, este projeto envolve desenho urbano e parcelamento. O traçado definido para a área buscou dar continuidade ao reticulado já existente com o prolongamento de uma das principais avenidas da cidade. Ao mesmo tempo, procurou-se gerar um novo padrão urbano e novas formas de ocupação, alcançando as margens do Rio Cauamé em um ponto ribeirinho de lazer para a população de toda a cidade.

Os setores de uso residencial e comercial estão urbanisticamente organizados de maneira a respeitar as demandas de crescimento da capital de Roraima, com foco na escala humana.

Resumo de Áreas:

APP e Áreas Verdes: 38,09ha (20,71%)

Arruamento: 49,28ha (24,38%)

Lotes:
Residenciais - uso horizontal: 55,59ha (16,17%)
Residenciais - uso vertical: 32,7ha (27,50%)
Comerciais - uso horizontal: 82,52ha (8,54%)
Comerciais - uso vertical: 172,65ha (4,80%)
Institucionais: 2,93ha (1,44%)

Imagens: Dávila Arquitetura

 

 

Site do empreendimento
Ver Mais Fechar Residencial Parque do Riacho II
Localização Setor Habitacional Riacho Rundo II Brasília/DF Data: 04/01/2012 Área construida 395.890,11 m² Área do terreno 1.651.013,00 m²

Conclusão: 22/07/2016 Estágio da Obra: Finalizada Nº de unidades: 5904 Nº de blocos / torres: 369

O projeto está localizado linearmente ao longo da DF-001 na área de domínio que ficou reservada à futura linha do metrô, liberada em 2007 para ocupação, com 165 hectares. 

O parcelamento do solo urbano na área visa cumprir vários objetivos. O primeiro deles é atender à necessidade de criação de lotes residenciais, comerciais e coletivos conforme a política habitacional do Governo do Distrito Federal. Outro objetivo buscado pelo projeto é o de Complementar as quadras supracitadas eliminando o vazio urbano sujeito a invasão, surgido no Riacho Fundo II em razão das mudanças no sistema de transporte do Distrito Federal. 

A solução proposta buscou manter a configuração dos parcelamentos adjacentes estabelecendo desenho modular que se integre à morfologia existente. Neste plano de ocupação foram criados lotes residenciais multifamiliares, lotes de uso misto (comércio e habitação) e lotes de equipamentos públicos e coletivos e para indústrias de pequeno porte.

Imagens: Dávila Arquitetura

 

Site do empreendimento
Ver Mais Fechar Cidade da Serra
Localização BR-265 Lavras/MG Data: 30/09/2011 Área construida 1.948.587,20 m² Área do terreno 3.481.823,76 m²

Conclusão: Não disponível Estágio da Obra: Não iniciada Nº de unidades: 3782 Nº de blocos / torres: 3782

Devido ao tamanho da área, que tem potencial para receber uma população equivalente à atual residente na sede urbana do município, a proposta apresentada tem um olhar a nível da cidade, considerando sua complexidade e grande impacto. Não se trata apenas de organizar um conjunto de loteamentos, mas planejar um conceito de cidade com toda as atividades inerentes a ela.
Uma cidade é uma estrutura de vida e trabalho, juntos. Quanto maior a mistura de funções, de rendas, de faixas etárias, mais humana a cidade será. Assim serão destinadas áreas para utilização residencial, comercial, serviços, hospitalar, escolar, institucional, atividades de lazer, recreação, contato com a natureza e mobilidade.
Utilizamos conceitos das Edge City, do Novo Urbanismo e do Eco Urbanismo. Buscamos criar um conceito de qualidade de vida, num espaço urbano planejado, considerando as dimensões humanas, as necessidades de circulação, conciliadas à sustentabilidade ambiental.

Conceito de Edge City
O conceito de Edge City substituiu nas últimas três décadas, a proposta anterior de comunidades residenciais planejadas de subúrbios norte-americanas. Ao contrário das comunidades de subúrbio que concentravam basicamente moradia e alguns serviços e comércio de apoio, as Edge Cities congregam emprego, moradia, lazer, comércio, serviços, buscando equilíbrio entre habitação e trabalho. As Edge Cities são uma conseqüência da evolução da informática e das telecomunicações. Elas permitiram que as empresas pudessem afastar dos tradicionais centros das cidades não apenas suas unidades de produção, mas também seus escritórios.
Elas também representam uma resposta aos desafios ambientalistas do crescimento autosustentado. Seu planejamento traz solução à manutenção e recuperação de reservas ambientais, ao tratamento de água e esgoto, ao dimensionamento das áreas verdes na proporção da população, à implantação do lixo ecológico, além das normas de controle da poluição, etc.
As Edge Cities apresentam uma solução habitacional abrangente, atendendo a toda a demanda habitacional da comunidade, desde bairros e equipamentos urbanos de alto luxo para executivos e empresários, até conjuntos habitacionais e equipamentos urbanos para trabalhadores não especializados prevenindo a favelização que normalmente ocorre nas periferias das cidades das economias emergentes.

Conceitos do Novo Urbanismo
Os princípios do Novo urbanismo podem ser definidos através dos seguintes elementos principais:
. O bairro deve ter um centro marcante. Este é freqüentemente uma praça, um jardim, ou, às vezes uma esquina importante, movimentada ou memorável. Uma parada de ônibus deve ser localizada neste centro.
. A maioria das habitações deve ser atingida numa caminhada de cinco minutos do centro, um raio de aproximadamente 600 metros.
. Deve haver uma variedade de tipos de moradias – normalmente casas isoladas, casas geminadas e apartamentos, de forma que as pessoas mais jovens e mais velhas, solteiros e casados, pobres e ricos possam achar lugares para viver.
. Nos limites do bairro, deve haver lojas e escritórios de tipos suficientemente variados, para prover as necessidades semanais de uma casa.
. Deve haver uma escola primária perto, de forma que a maioria das crianças possa caminhar de sua casa até este destino sem travessia de ruas.
. Deve haver pátios de recreio pequenos, para crianças, jovens, adultos e idosos, acessíveis para todas as habitações, distante não mais que 200 metros.
. Ruas dentro do bairro formam uma rede conectada que dispersa o tráfego ao prover uma variedade de rotas de pedestres e veículos a qualquer destino.
. As ruas devem ser relativamente estreitas e sombreadas por filas de árvores. Isto reduz a velocidade tráfico, ao mesmo tempo que cria um ambiente adequado para pedestres e bicicletas.
. Edifícios no centro de bairro devem ser colocados perto da rua, enquanto criando um espaço ao ar livre bem definido.
. Estacionamentos e garagens raramente devem defrontar a rua. O estacionamento deve ser relegado à parte traseira de edifícios, normalmente acessados por ruelas.
. Certos locais proeminentes na perspectiva da rua ou no centro de bairro devem ser reservados para edifícios cívicos. Estes provêem locais para reuniões de comunidade, educação, e religiosos ou atividades culturais.

A PROPOSTA
Princípios de sustentabilidade ambiental
Aplicamos uma concepção de urbanismo integrado à natureza, primando pela preservação ambiental e pela sua valorização, através dos atributos da paisagem natural integradas ao viver diário da população residente. Analisando as condicionantes naturais da área encontramos diversos cursos dágua e nascentes. Estas áreas deverão formar “corredores” ecológicos aliando a preservação do ambiente natural, com atividades de lazer, contemplação e “vida” que traga segurança e garanta a própria preservação. Outras preocupações devem se juntar a estas, tais como o tratamento de esgotos e dos resíduos sólidos. A legislação deverá contemplar a preservação de níveis de permeabilidade do solo, a adoção de áreas verdes nas áreas de afastamento frontal das residencias, o estímulo à adoção de tecnologias verdes como uso de energia e aquecimento solar, reaproveitamento de água de chuvas, telhados verdes, processos de construção certificados, entre outros.

Imagens: Dávila Arquitetura

Site do empreendimento
Ver Mais Fechar CTCA - Centro de Tecnologia e Capacitação Aeroespacial / Master Plan
Localização Av. Júlio Clóvis Lacerda – Centro Lagoa Santa/DF Data: 05/08/2011 Área construida 3.063,11 m² Área do terreno 1.522.420,00 m²

Conclusão: Não disponível Estágio da Obra: Não iniciada Nº de unidades: Nº de blocos / torres:

O CTCA será implantado em uma área de 1.302.012,17 m², resultante do parcelamento de uma gleba de 1.611.160,00 m² pertencente ao estado de Minas Gerais na área urbana de Lagoa Santa, e alojará em sua área remanescente, uma instituição de ensino superior, a Fundação Educacional Lucas Machado (FELUMA), a Delegacia da Polícia Civil de Lagoa Santa e o Horto Florestal de Lagoa Santa. 

Visando criar múltiplas possibilidades de acesso a partir da malha urbana existente, uma alameda conectando a lagoa ao acesso principal ao CTCA será implantada, além de três outras portarias secundárias, possibilitando uma integração da construção ao entorno. 

A alameda inicia-se junto à lagoa, com a criação de uma grande rotatória e uma praça pública ao longo de seu desenvolvimento, permitindo também o acesso à FELUMA. Foi proposta a criação de lotes destinados a abrigar comércio e serviços de apoio necessários ao CTCA fora de sua área restrita, viabilizando a utilização desta infraestrutura por toda a cidade, gerando urbanidade e aproximando o CTCA da lagoa.

Imagens: Dávila Arquitetura

 

Site do empreendimento
Ver Mais Fechar CTCA - Centro de Tecnologia e Capacitação Aeroespacial / Parque & Guaritas
Localização Av. Júlio Clóvis Lacerda – Centro Lagoa Santa/MG Data: 05/08/2011 Área construida 3.063,11 m² Área do terreno 1.522420,00 m²

Conclusão: Não disponível Estágio da Obra: Não iniciada Nº de unidades: Nº de blocos / torres:

O CTCA será implantado em uma área de 1.302.012,17 m², resultante do parcelamento de uma gleba de 1.611.160,00 m² pertencente ao estado de Minas Gerais na área urbana de Lagoa Santa, e alojará em sua área remanescente, uma instituição de ensino superior, a Fundação Educacional Lucas Machado (FELUMA), a Delegacia da Polícia Civil de Lagoa Santa e o Horto Florestal de Lagoa Santa. 

Visando criar múltiplas possibilidades de acesso a partir da malha urbana existente, uma alameda conectando a lagoa ao acesso principal ao CTCA será implantada, além de três outras portarias secundárias, possibilitando uma integração da construção ao entorno. 

A alameda inicia-se junto à lagoa, com a criação de uma grande rotatória e uma praça pública ao longo de seu desenvolvimento, permitindo também o acesso à FELUMA. Foi proposta a criação de lotes destinados a abrigar comércio e serviços de apoio necessários ao CTCA fora de sua área restrita, viabilizando a utilização desta infraestrutura por toda a cidade, gerando urbanidade e aproximando o CTCA da lagoa.

Imagens: Dávila Arquitetura

 

Site do empreendimento
Ver Mais Fechar Parque Industrial de Fabriciano
Localização BR-381 Coronel Fabriciano/MG Data: 22/06/2011 Área construida Não disponível Área do terreno 1.459.641,73 m²

Conclusão: Não disponível Estágio da Obra: Não iniciada Nº de unidades: 244 Nº de blocos / torres: 244

Ocupando uma área de mais de 248 hectares no Vale do Aço, em Minas Gerais, este empreendimento consiste em um Parque Industrial. Distribuídos entre dois condomínios, as dimensões dos lotes industriais variam entre 1.000 e 10.000m². O complexo é complementado por um terminal de cargas, áreas destinadas a comércio e serviços de apoio às atividades fim e ainda por uma área institucional destinada a eventos de grande público.

Resumo de Áreas:

APP e Área Verde servidão: 90,08ha (36,25%)

Lotes Industriais: 80,32ha (32,32%)

Terminal de Cargas: 24,30ha (9,78%)

Apoio - Comércio e Serviços: 10,24ha (4,12%)

Área Institucional: 10,06ha (4,05%)

Arruamentos: 33,50ha (13,48%)

Imagens: Dávila Arquitetura

 

Site do empreendimento
Ver Mais Fechar Fazenda Jomallo
Localização Estrada de Lavras – Km 1 – Ingaí Lavras/MG Data: 18/05/2011 Área construida Não disponível Área do terreno 1.500.000,00 m²

Conclusão: Não disponível Estágio da Obra: Não iniciada Nº de unidades: 501 Nº de blocos / torres: 501

Imagens: Dávila Arquitetura

Site do empreendimento
Ver Mais Fechar Villas Park
Localização Rua 11, Qds. 16, 17, 18 Vespasiano/MG Data: 15/02/2011 Área construida 810,00 m² Área do terreno 97.251,30 m²

Conclusão: 20/10/2011 Estágio da Obra: Finalizada Nº de unidades: 408 Nº de blocos / torres: 408

Imagens: Dávila Arquitetura

Site do empreendimento
Ver Mais Fechar Fazenda Casa Nova
Localização Fazenda Casa Nova Lagoa Santa/MG Data: 07/10/2010 Área construida 8.560,00 m² Área do terreno 1.081.752,00 m²

Conclusão: Não disponível Estágio da Obra: Não iniciada Nº de unidades: Nº de blocos / torres:

Imagens: Dávila Arquitetura

Site do empreendimento
Ver Mais Fechar Gleba Brazlândia
Localização Brazlândia/DF Data: 01/06/2010 Área construida 23.278,00 m² Área do terreno 702.300,00 m²

Conclusão: Não disponível Estágio da Obra: Não iniciada Nº de unidades: 22 Nº de blocos / torres: 22

Localizado a aproximadamente 60km do Plano Piloto de Brasília, este condomínio rural alcança 70 hectares. Em uma solução urbanística única, é constituído por 22 residências de alto luxo com área entre 600 e 900m². Cada uma destas residências implanta-se em áreas definidas por círculos de 60m de diâmetro, conectados - sem barreiras físicas - a um campo de golfe de 9 buracos por 3. Esta característica define o empreendimento como um 'golf park', trazendo toda a riqueza paisagística que envolve a prática do golfe para a paisagem imediata de cada morador. Além desta marcante articulação em torno deste refinado esporte, o condomínio conta ainda com um clube, um centro equestre e a praticidade de um heliponto.

Imagens: Dávila Arquitetura

Site do empreendimento
Ver Mais Fechar Lagoa Santa Park Residence
Localização Av. Abigail Pinto Coelho – Loteamento Lagoa das Mansões – Nossa Senhora de Lourdes Lagoa Santa/MG Data: 08/10/2009 Área construida 732,35 m² Área do terreno 301.000,00 m²

Conclusão: 01/02/2010 Estágio da Obra: Finalizada Nº de unidades: 254 Nº de blocos / torres: 254

Este condomínio, localizado na zona urbana de Lagoa Santa (MG), na região metropolitana de Belo Horizonte, foi imaginado tanto para uso como primeira ou segunda moradia. Ao todo, engloba 254 lotes com área entre 600 e 1.000m², em uma área total de mais de 30 hectares. Lindeiro a uma pequena lagoa, o projeto foi contemplado também com um clube.

Resumo de Áreas:

APP e Áreas Verdes: 5,16ha (17,09%)

Área Institucional: 1,51ha (5,00%)

Arruamento: 7,29ha (24,17%)

Clube/Área de Lazer: 1,04ha (3,44%)

Lotes: 15,17ha (50,30%)

Imagens: Dávila Arquitetura

Site do empreendimento
Ver Mais Fechar Expansão CeasaMinas
Localização BR-040 – Km 688 – Guanabara Contagem/MG Data: 15/06/2009 Área construida 325.794,68 m² Área do terreno 1.450.000,00 m²

Conclusão: Não disponível Estágio da Obra: Não iniciada Nº de unidades: 602 Nº de blocos / torres: 28

Imagens: Dávila Arquitetura

Site do empreendimento
Ver Mais Fechar Residencial Gran Park
Localização MG-010 Belo Horizonte/MG Data: 30/01/2009 Área construida 29.325,00 m² Área do terreno 460.000,00 m²

Conclusão: 01/12/2009 Estágio da Obra: Finalizada Nº de unidades: 291 Nº de blocos / torres: 291

Localizado na MG-10 entre o Aeroporto Internacional Tancredo Neves e a Cidade Adiminstrativa, o Residencial Gran Park é a melhor opção de moradia para quem vai trabalhar no eixo norte. Planejados para atender seus moradores, os lotes serão entregues com segurança completa, e o condomínio terá uma área comercial, para facilitar a vida dos condôminos.

Imagens: Dávila Arquitetura

Site do empreendimento
Ver Mais Fechar Residencial Nova Lima
Localização BR-040 Nova Lima/MG Data: 03/08/2006 Área construida 165.000,00 m² Área do terreno 179.568,00 m²

Conclusão: Não disponível Estágio da Obra: Não iniciada Nº de unidades: 483 Nº de blocos / torres: 10

O empreendimento é composto por dois condomínios multifamiliares verticais a ser implantado em uma gleba às margens da rodovia BR-040, próxima ao viaduto da Mutuca. O terreno confronta com a BR, o município de Belo Horizonte, Bacia da Mutuca e perfaz uma área total de 179.568,00m².

Propõe-se dois condomínios residenciais, cada um composto por 5 torres residenciais, com altura de 20 pavimentos de apartamento casa, com área privativa entre 180,00 e 440m², embasamento com lazer e três a quatro níveis de garagem. Inclui também uma área destinada a serviços de rádio e comunicação.

A área total construída é de 165.000,00m², correspondendo a uma área líquida total de 105.000,00m². O aceso ao empreendimento será através de uma via existente, lindeira à BR040, a partir do trevo junto ao Anel Rodoviário de BH.

O empreendimento contará com áreas de lazer para cada torre, com piscina, churrasqueira e salão de festas. Além disto, o condomínio prevê im lazer comum que possuirá: salão de festas, sauna, spa, fitness, piscina e quadra de tênis. Espaços de contemplação para caminhadas, ciclovia, mirantes e praças complementam estas áreas de lazer.

O espaço projetado incorpora variáveis ambientais, adaptando-se às restrições impostas pelas características e localização do terreno. tirando partido das medidas de recuperação e preservação.

Imagens: Dávila Arquitetura

Site do empreendimento
Ver Mais Fechar Edge City Terra Brasilis
Localização Fazenda Santana do Rio Abaixo Jacareí/SP Data: 21/11/2005 Área construida 5.543.279,00 m² Área do terreno 20.255.996,00 m²

Conclusão: Não disponível Estágio da Obra: Não iniciada Nº de unidades: Nº de blocos / torres:

Imagens: Acervo do cliente

Site do empreendimento
Ver Mais Fechar Quintas do Morro
Localização Estrada Quintas do Morro – Morro do Chapéu Nova Lima/MG Data: 14/11/2005 Área construida 1.849,03 m² Área do terreno 2.046.567,00 m²

Conclusão: 11/07/2007 Estágio da Obra: Finalizada Nº de unidades: 191 Nº de blocos / torres: 191

Condomínio Residencial em Nova Lima, MG com área de mais de 2 milhões de m².

*Urbanismo: Decio Pettersen Cypriano.

*Paisagismo: Junia Lobo

*Imagens: Acervo do cliente

Site do empreendimento
Ver Mais Fechar Centro Metropolitano
Localização Av. Embaixador Abelardo Bueno – Jacarepaguá Rio de Janeiro/RJ Data: 31/10/2005 Área construida 0 m² Área do terreno 422.000,00 m²

Conclusão: Não disponível Estágio da Obra: Não iniciada Nº de unidades: 4102 Nº de blocos / torres: 0

Núcleo urbano localizado na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro. (área total = 422.000 m²; 4.102 unidades)

Imagens: Acervo do cliente

Site do empreendimento
Ver Mais Fechar Village Royale
Localização Av. Presidente Kennedy – Vila Madeira Nova Lima/MG Data: 10/10/2005 Área construida 29.602,00 m² Área do terreno 114.067,54 m²

Conclusão: 01/03/2012 Estágio da Obra: Finalizada Nº de unidades: 200 Nº de blocos / torres: 200

Imagens: Acervo do cliente

Site do empreendimento
Ver Mais Fechar Gleba F
Localização Via Parque Marginal Lagoa da Tijuca – Gleba F – Barra da Tijuca Rio de Janeiro/RJ Data: 16/08/2005 Área construida 890.200,00 m² Área do terreno 1.435.225,00 m²

Conclusão: Não disponível Estágio da Obra: Não iniciada Nº de unidades: 6082 Nº de blocos / torres:

Projeto de Urbanismo para a Gleba F, localizada na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. O empreedimento é margeado pela Lagoa da Tijuca, compreendendo 12 quadras, praças, área comercial e institucional e grande área de proteção ambiental, onde se localiza um vasto campo de golfe, que servirá aos moradores e usuários externos. Esta área segue em continuação aos prédios, permeando os edifícios com o mesmo conceito de paisagismo.

O principal conceito da Gleba F eraTornar-se uma comunidade modelo capaz de absorver não apenas o mercado de alto padrão, mas também os amplos mercados de classes médias jovens de alto nível social e poder aquisitivo reduzido.

As torres foram implantadas garantindo a melhor visada das unidades, além de garantir o fluxo de pedestres e veículos de forma contínua e adaptando-se ao ambiente. Os apartamentos eram compostos do seguinte mix: 4.400 apartamentos entre 60 e 120 m² privativos;2.500 apartamentos entre 120 e 250 m² privativos;1.200 apartamentos entre 250 e 400 m² privativos.

Imagens: Dávila Arquitetura

Site do empreendimento
Ver Mais Fechar Sigma Ville
Localização Estrada Municipal JGR-254 / Estrada Municipal PLN-212 Paulínia/SP Data: 11/10/2004 Área construida 5.749.000,00 m² Área do terreno 270.124.000,00 m²

Conclusão: Não disponível Estágio da Obra: Não iniciada Nº de unidades: Nº de blocos / torres:

Com base em levantamento aerofotogramétrico com curvas de nível de metro em metro em escala 1:10.000 e com levantamento cadastral marcando as principais interferências naturais ou construídas, iniciamos um macrozoneamento preliminar da propriedade.

Foi definido que a comunidade terá em suas duas extremidades a leste Jaguariúna e a Oeste Paulínia áreas planejadas para Industria Limpa, armazenagem Logística, Escritórios, áreas de comércio para atacado e Varejo bem como usos institucionais tais como escolas universidades, centros hospitalares, centros de convenções hotéis e exposições dentre muitos outros usos correlatos.

Na área de Jaguariuna encontra-se a Ferrovia Brasília Santos que permitirá o desenvolvimento de atividades de logística através de um terminal intermodal que poderá conter um dry port de apoio ao retroporto de Santos.

A área de Jaguariúna terá foco na indústria High Tech enquanto a de Paulínia maior foco em indústrias e logística complementares ao Pólo Petroquímico de Paulínia sempre levando em conta fortes limitações ambientais especialmente com referência à poluição.

Haverá lotes industrias em ambos os lados da propriedade com cerca de 20 módulos de 25.000 m2 de terreno em cada lado, destinados às indústrias âncora da comunidade

Haverá também módulos s entre 50.000 m2 e 75.000 m2 destinados a condomínios fechados com frações ou áreas de terreno a partir de 1.800 m2 destinados tanto para armazéns de indústria limpa como logística, berçários de empresas, bem como galpões flex que podem destinar-se a laboratórios e a escritórios.

A grande avenida central que margeará por ambos os lados a estrada municipal e o gasoduto Brasil Bolívia manterá um canteiro central com cerca de 60 m de largura por toda a sua extensão de cerca de 16 km funcionando como um eixo monumental da comunidade com impactante tratamento paisagístico..

As diretrizes urbanísticas prevêem que as áreas mais visíveis localizadas junto a avenida principal serão destinadas às ocupações mais nobres tais como:
Hotéis, Centros de Convenções e exposições, Escritórios para Headquarters de Empresas no Business Park, Shopping Centers , campus universitários, centros hospitalares e outros equipamentos urbanos de alta qualidade arquitetônica e paisagística.

Imagens: Acervo do cliente

Site do empreendimento
Ver Mais Fechar Capital Saúde®
Localização SCES – Polo 7 Setor de Clubes Esportivos Sul Brasília/DF Data: 03/08/2004 Área construida 248.000,00 m² Área do terreno 329.000,00 m²

Conclusão: Não disponível Estágio da Obra: Não iniciada Nº de unidades: Nº de blocos / torres:

O Capital Saúde é em conceito que evolui a proposta da Cidade Saúde, desenvolvida para Brasília na virada do século. O objetivo era e permanece sendo o de transformar Brasília um centro de referência e de excelência na área de saúde, capaz de atrair parte da demanda existente nas cidades que estão localizadas num raio de 800 km ou uma hora de vôo, como por exemplo, Goiânia e Belo Horizonte.

Inspirado nos “Science Parks” ou “Tech Parks” existentes em outros países - reconhecidos como catalisadores de desenvolvimento científico, econômico, social e turístico - o Capital Saúde foi imaginado como um local perfeito para a interação de diversas atividades complementares e afins, de maneira a conformar um todo sinérgico. A proposta original previa a utilização de uma ampla área no Setor de Clubes Esportivos Sul da Capital Federal, em região de fácil acesso a toda a cidade.

O urbanismo e setorização propostos pela Dávila Arquitetura seguem os ideais de Lúcio Costa, o idealizador do traçado da nova capital. Amplas avenidas distribuídas por largos monumentais conectam os diversos setores do Capital Saúde, de maneira a conciliar a especialização, necessária em alguns casos, com a promoção da interatividade – desejada como um conceito geral para o empreendimento. O resultado foi um desenho urbano suave, elegante e grandioso, onde o verde, o respeito ambiental e a importância do ser humano foram elevados a patamares desconhecidos até em Brasília.

Dentre os diversos equipamentos previstos para a Cidade, podemos citar: - Escolas Técnicas e Faculdades de Medicina, Enfermagem e Ciências Biológicas; - Hospitais Gerais, Hospitais Infantis e Hospitais Especializados; - Centros Clínicos e Laboratoriais; - Day-hospitals; Flat-Services e Flats para a 3ª Idade; - Estruturas de hospedagem para curta, média e longa duração; - Centros de serviços complementares, incluindo manutenção, lavanderia, etc. - Centros de estética; SPA’s; Academias de Ginástica e Reabilitação; - Centros de Referência e Pesquisa Médica; - Centros de feiras, convenções e exposições; - Bibliotecas; - Museus didático-interativos / Parque temático na área de Saúde (p. Ex. Anatomia; profilaxia; qualidade de vida; etc.); - Lojas e espaços de serviços complementares ao setor. - Centro administrativo para gestão do complexo.

®Marca registrada para Dávila Arquitetura

Imagens: Dávila Arquitetura

Site do empreendimento
Ver Mais Fechar Rio Cidade Saúde®
Localização Av. Embaixador Abelardo Bueno Confluência dos bairros de Jacarepaguá, Recreio dos Bandeirantes e Barra da Tijuca Rio de Janeiro/RJ Data: 24/02/2003 Área construida 470.000,00 m² Área do terreno 48.672,00 m²

Conclusão: Não disponível Estágio da Obra: Não iniciada Nº de unidades: Nº de blocos / torres:

O Rio Capital Saúde é um projeto de ocupação urbana voltado à promoção da excelência de serviços de saúde. Embora o Rio conte com equipes médicas e de pesquisadores altamente capacitadas, ainda falta um espaço onde estas habilitações possam ser reforçadas pela sinergia e troca de experiências, como ocorre em grandes centros médicos ao redor do mundo.

Além de atender uma demanda da própria população local, a proposta da Dávila pretende oferecer perspectivas de desenvolvimento tecnológico e econômico compatível com a realidade contemporânea da capital carioca e do estado fluminense. O Rio Capital Saúde favorecerá ainda o turismo e o setor educacional, enfatizando a vocação para serviços da cidade e região.

O terreno identificado para a implantação do Rio Saúde fica na confluência dos bairros de Jacarepaguá, Recreio dos Bandeirantes e Barra da Tijuca. Lindeiro a várias das principais vias da região, como a Estradas dos Bandeirantes, Av. Ayrton Senna, Linha Amarela e Av. das Américas, o local escolhido para o Rio Saúde possibilita fácil e rápido acesso a todas as demais regiões da cidade. Seu entorno imediato abriga o Barra Shopping, um dos maiores shoppings da América do Sul, o Autódromo de Jacarepaguá, o RioCentro, principal local de eventos da cidade além do Hospital Sarah Kubitschek. Ou seja, uma área simplesmente perfeita para um complexo de excelência em saúde, com acessos e vizinhança privilegiados. O conceito do Rio Capital Saúde é amplo o bastante para abranger todas as questões ligadas à qualidade de vida - do esporte às academias de ginástica; dos hospitais, laboratórios e centros de diagnóstico avançado aos centros de conveniência; das áreas destinadas a estabelecimentos educacionais especializados, museus e eventos culturais até as áreas verdes.

O complexo é complementado por setores destinados à Educação e Cultura e também o Turismo - mais especificamente para o turismo de eventos voltado para a área de Saúde – incluindo escolas técnicas e superiores, hotéis e outras facilidades de hospedagem e long-stay. Um arrojado espaço urbano, digno do Rio de Janeiro, o Rio Capital Saúde foi concebido como uma proposta voltada para o futuro, admitindo conexões facilitadas com áreas circunvizinhas para eventuais expansões. A capital fluminense estará ganhando um ambiente dinâmico e variado, onde o tema de especialização - o atendimento, promoção e pesquisa em “saúde” - contribuirá para transformar a cidade em um centro de excelência na área de saúde.

®Marca registrada para Dávila Arquitetura

Imagens: Dávila Arquitetura

Site do empreendimento
Ver Mais Fechar Serra dos Bandeirantes
Localização Fezenda Bela Vista, s/n – Zona Rural Mário Campos/MG Data: 04/12/2000 Área construida 1.394,00 m² Área do terreno 933.601,00 m²

Conclusão: 19/11/2007 Estágio da Obra: Finalizada Nº de unidades: 500 Nº de blocos / torres: 500

O Serra dos Bandeirantes foi concebido como uma área urbanizada que mantém a ambiência rural. Implantado em uma antiga fazenda ao pé da Serra dos Três Irmãos, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, o projeto manteve e restaurou boa parte dos equipamentos da antiga fazenda, incorporando-os ao mix do empreendimento.

Assim, um pequeno conjunto de casas foi transformado em uma "Vila Rural", com espaços para biblioteca, capela, sala de jogos e salão de festas, espaço gourmet com fogão a lenha, empório com artesanato, entre outros.

O Clube foi montado em torno da estrutura da antiga casa principal, contando com área de lazer completa com piscinas adulto e infantil, sauna com passagem direta para a piscina, churrasqueira, quadra de tênis, quadra poliesportiva, espaço fitness com massagem e Spa.

Outros espaços, como um haras, também fazem parte da infraestrutura de apoio. O projeto do loteamento previu pouco mais de 500 chácaras com 1.000m² cada, implantados em meio a áreas de preservação permanente.

Fotos: Gustavo Xavier

Site do empreendimento
Ver Mais Fechar Cidade Saúde®
Localização NAU Brasília/DF Data: 01/04/1999 Área construida 1.035.332,00 m² Área do terreno 498.447,00 m²

Conclusão: Não disponível Estágio da Obra: Não iniciada Nº de unidades: 0 Nº de blocos / torres: 0

Concebida em 1999, a Cidade Saúde permanece como um conceito arrojado até hoje. O objetivo era o de transformar Brasília um centro de referência e de excelência na área de saúde, capaz de atrair parte da demanda existente nas cidades que estão localizadas num raio de 800 km ou uma hora de vôo, como por exemplo, Goiânia e Belo Horizonte. 

Inspirado nos “Science Parks” ou “Tech Parks” existentes em outros países - reconhecidos como catalisadores de desenvolvimento científico, econômico, social e turístico - o Cidade Saúde foi imaginado como um local perfeito para a interação de diversas atividades complementares e afins, de maneira a conformar um todo sinérgico.

A proposta original previa a utilização de uma ampla área na Asa Norte da Capital Federal, em região próxima ao novo Setor Noroeste. A própria localização já incluía a visão de expandir para o Norte de Brasília este importante conjunto de equipamentos, ao invés de concentrá-los na região central e sul da cidade. O urbanismo e setorização propostos pela Dávila Arquitetura respeitavam totalmente os ideais de Lúcio Costa, o idealizador do traçado da cidade. Amplas avenidas distribuídas por largos monumentais conectavam os diversos setores da Cidade Saúde, de maneira a conciliar a especialização, necessária em alguns casos, com a promoção da interatividade – desejada como um conceito geral para o empreendimento.

O resultado foi um desenho urbano suave, elegante e grandioso, onde o verde, o respeito ambiental e a importância do ser humano foram elevados a patamares desconhecidos até em Brasília.

Dentre os diversos equipamentos previstos para a Cidade, podemos citar: - Escolas Técnicas e Faculdades de Medicina, Enfermagem e Ciências Biológicas; - Hospitais Gerais, Hospitais Infantis e Hospitais Especializados; - Centros Clínicos e Laboratoriais; - Day-hospitals; Flat-Services e Flats para a 3a. Idade; - Estruturas de hospedagem para curta, média e longa duração; - Centros de serviços complementares, incluindo manutenção, lavanderia, etc. - Centros de estética; SPA’s; Academias de Ginástica e Reabilitação; - Centros de Referência e Pesquisa Médica; - Centros de feiras, convenções e exposições; - Bibliotecas; - Museus didático-interativos / Parque temático na área de Saúde (p. Ex. Anatomia; profilaxia; qualidade de vida; etc.); - Lojas e espaços de serviços complementares ao setor. - Centro administrativo para gestão do complexo.

* Projeto desenvolvido em parceria com o arquiteto João Carlos Bross.

 * Imagens: Dávila Arquitetura

®Marca registrada para Dávila Arquitetura.

Site do empreendimento
Desenvolvido por: Italic